Cibercultura na Educação: uso de tecnologias digitais em sala de aula

Provavelmente a maioria das pessoas já ouviu a palavra “cibercultura”, mas será que sabem à que se refere? As pessoas devem saber, no mínimo, que esse termo está relacionado às tecnologias digitais. Mas, e quando se fala em cibercultura na educação? Dá para imaginar como isso ocorre na prática?

Com a disseminação das novas tecnologias da informação e da comunicação (NTIC) abriu-se um leque de possibilidades em quase todos (se não em todos) os ambientes da vida social, desde a comunicação entre as pessoas, em casa ou em qualquer lugar, à educação e ao trabalho. Com o crescimento e desenvolvimento do espaço virtual, conhecido como ciberespaço, surgiu também uma “cultura” desse espaço. Mas que cultura é essa?

O QUE É CIBERCULTURA?

A cibercultura é uma forma de cultura surgida junto com o desenvolvimento das tecnologias digitais. Cibercultura, seria, então, a cultura que surge com base nas atitudes, valores e pensamentos das pessoas que interagem no espaço virtual.

QUAL A RELAÇÃO DA CIBERCULTURA COM A EDUCAÇÃO?

A cibercultura se refere à cultura do meio digital, cultura que influencia na vida de toda a sociedade, inclusive dos alunos. Se a cibercultura está presente na vida dos alunos ela certamente influencia o processo educativo. O uso de tecnologias em sala de aula, com intencionalidade educativa, significa o bom aproveitamento da cibercultura para o processo educativo.

As tecnologias da informação e da comunicação (TIC) fazem parte da realidade dos estudantes nascidos neste século, tanto que são conhecidos como nativos digitais por nascerem em meio a essa era da tecnologia. Os professores precisam enxergar essa nova realidade como estratégia, se seus alunos são “nativos digitais”, é necessário o uso de tecnologias no processo educativo.

COMO UTILIZAR AS TIC’s EM SALA DE AULA?

A motivação é o que leva os estudantes a aprenderem de forma significativa, a aprenderem porque querem aprender, porque é legal aprender. Trazer a realidade dos estudantes para a sala de aula é a forma mais inteligente de lidar com a falta de interesse dos alunos. É possível utilizar as redes sociais como ferramenta educativa, é possível utilizar jogos, vídeos, filmes e até os famosos “memes” como alternativa didática para o processo educativo. Tudo que tiver intencionalidade educativa pode ser utilizado como alternativa didática pelos professores.

Como encontrar ferramentas educativas que conectam a realidade dos estudantes aos objetivos educacionais?

GoEduca é uma opção de ferramenta educativa que alia a realidade diária dos estudantes ao ensino. A plataforma da GoEduca tem jogos educativos digitais para todos os períodos da Educação Básica, inclusive para a Educação Infantil. São jogos que consolidam a aprendizagem e potencializam o desenvolvimento de aprendizagens significativas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *